terça-feira, agosto 30, 2011

Um dia no Parcão de Novo Hamburgo

Evento organizado pelo Movimento Roessler e outras entidades ambientalistas. Participe, inspire-se e replique essa ideia. Estarei lá com uma atividade de sensibilização! Abraços, Bere Adams


Parcão de Novo Hamburgo/RS

Participe, inspire-se ou replique essa ideia em parques de sua região. Estarei lá com uma atividade de sensibilização! Abraços, Bere Adams

sexta-feira, agosto 26, 2011

4ª Edição da BioNat Expo


Porto Alegre vai sediar evento para economia sustentável

A 4a. Edição da BioNat Expo, acontece de 30 de setembro a 02 de outubro, na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. Evento da Cadeia Produtiva da Sustentabilidade Ambiental , reúne, a Feira de produtos orgânicos, naturais e plantas bioativas, a Mostra de Turismo Rural e Agroecológico e o Espaço da Sustentabilidade Ambiental, com a expectativa de receber 10 mil visitantes nos três dias da feira.

Para a produtora Vera Marsicano, ³a idéia do empreendimento vem do crescimento do mercado mundial desse segmento  e da necessidade de conscientização sobre o assunto no país.  A BioNat Expo, tem foco na promoção comercial do setor e busca colaborar com soluções práticas para um mundo durável, que valorize a qualidade, a saúde e os aspectos sociais, econômicos e ambientais da nossa vida², salienta a empreendedora.

Paralelo à feira vão acontecer debates presenciais e oficinas práticas de educação ambiental e alimentar, exposiçoes, filmes, debates. As oficinas trabalharão com temas como o uso de energias alternativas, culinária diferenciada, consumo consciente, reciclagem, cuidados com a saúde, utilização de plantas medicinais, bioconstrução, lixo, transferência da emissão de gases de carbono, entre outros.

Mais informações em: www.bionatexpo.com    

quinta-feira, agosto 18, 2011

Lançamento de livro em setembro


Livro ANA FOLHA E A TURMA DO LIXÃO: "Vamos preservar nossas florestas"

Autora:Pedagoga Luciana Ribeiro de Brasília.
Contatos: (061)33545223/85926436


terça-feira, agosto 16, 2011

Peça teatral: “AS AVENTURAS DE PETER PAN E PINÓQUIO SALVANDO A NATUREZA”



 AS AVENTURAS DE PETER PAN E PINÓQUIO SALVANDO A  NATUREZA”

                                                       Tema :  Ecologia.

Sinopse Reduzida  Tarzan preocupado com a destruição da Natureza   reúne  Peter Pan , Pinóquio, Bela Adormecida e Branca de Neve para  que juntos  possam criar um plano para salvá-la.
Em meio a tanto entretenimento, nossos heróis dão o recado sobre a importância da preservação das águas, das matas e das milhares de espécies de animais e plantas que estão em extinção devido aos maus tratos com a planeta.

Histórico do Espetáculo : O espetáculo teve sua estréia  em 2002 no Teatro Hilton  e passou por vários teatros neste estado .
Em São Paulo esteve em cartaz nos teatros Ruth Escobar, Maria Dela Costa, Bibi Ferreira entre outros .
Em meados de  2009 com a nova produtora Teka Barnabe  o musical recebeu uma repaginada nos cenários, figurinos e todas as musicas  tiveram sua versão modernizada. Foi  neutralizado pelo instituto Pick-upau e através de suas apresentações plantou aproximadamente 350 arvóres  comprovadas até o inicio deste ano.
Também em  2009 apresentou- se  em hotéis,  clubes, espaço Veja em Campos do Jordão, Riviera de São Lourenço, Sest Senat de Santo André, ONGs , etc
Em 2010 realizou inúmeras apresentações nos CEUS desta cidade e fez uma turnê por algumas cidades do interior de São Paulo realizando projetos escolas além da temporada no teatro Bibi Ferreira.
2011 realizou 14 apresentações nos CEUS da cidade de São Paulo juntamente com uma temporada de sucesso  no Teatro Silvio Romero , além de apresentação no Instituto Porto Seguro na Virada Sustentável da Cidade De São Paulo.


Ficha Técnica

Texto e Direçao : Kiko Jaess
Músicas - Maestro Paulo Herculano e Mathias Capovilla
Figurinos  - Telumen Helen
Cenários – J.Newton
Executor dos cenários  - J.Newton.
Produtora  : Teka Barnabe

Elenco:Lucas de Roma , Izabel Nori,  Eder Lage. Vitor Montoro,  Marieli Sbardelotto,  Dani Di Donato.

Serviço – Teatro Santo Agostinho –
Rua Apeninos, 118 – Telefone 011- 3209-4858
ecsa.ecsa@uol.com.br

Musical Infantil ecsa.ecsa@uol.com.br
Duração : 50 minutos
Indicação : acima de 03 anos.

Temporada :de 02 de agosto a 16 de outubro.
Todos os  sábados e domingos  às 17:00 horas.
Vendas pela internet - www.ingresso.com

Preço : Inteira R$30,00 e meia R$15,00
Horário de funcionamento da  bilheteria : de Quarta  a Domingo das 15 as 20:00 horas.
tkproducoesartisticas@gmail.com  - 5511-2870 – 95261712 (produção)

segunda-feira, agosto 15, 2011

Concepção Errônea


Concepção errônea

Berenice Gehlen Adams

A humanidade se desenvolveu com uma concepção de meio ambiente equivocada, percebendo-o como um infindável shopping de mercadorias. Esta percepção se perpetua através de diferentes hábitos culturais. O consumo, portanto, é a principal engrenagem que movimenta e sustenta o atual modelo societal. Este modelo, porém, deverá sofrer grandes transformações, uma vez que, em curto prazo, conforme prognósticos científicos, não haverá recursos suficientes para manter esta cultura do consumo que provocou (e ainda provoca) incontáveis problemas ambientais, muitos de caráter irreversíveis como a extinção de animais e plantas, devastação química, barramentos de rios, alterações de ecossistemas, entre outros.  

Foi com esta concepção errônea que a humanidade dominou todas as formas de vida, se contrapondo a visão ecológica, holística e sistêmica de meio ambiente. Houve um tempo, na Grécia, que a educação primava pela formação integral do ser humano. O autoconhecimento, proferido pelos antigos filósofos gregos, buscava promover mudanças de postura do ser humano em relação ao ambiente. Mas, foi o conhecimento científico, fragmentado, o mesmo que distancia o ser humano do seu ambiente, que perpetuou até os dias atuais. Quando o filósofo Sócrates circulava pelas ruas atenienses e era questionado por vendedores se estaria precisando de alguma coisa, ele simplesmente respondia: “Não! Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser feliz”. 

Alterar este modelo que sustenta a sociedade do consumo é o maior desafio a ser enfrentado na atualidade. A Organização das Nações Unidas indica que a enorme perda de vida dos ambientes naturais deve se tornar irreversível se os objetivos globais para impedir as perdas não forem atingidos o mais rápido possível. Ahmed Djoghlaf, membro da ONU, salienta que estamos chegando a um ponto sem retorno, a menos que tomemos atitudes urgentemente. 



Jornal NH - 15/08/2011 - p12.

quarta-feira, agosto 10, 2011

Prêmio EcoPET


Prêmio EcoPET

A ABIPET instituiu em 1999 o Prêmio EcoPET, que premia as boas idéias e iniciativas em prol da reciclagem demateriais. 

O Troféu EcoPET foi idealizado pela artista plástica Rita Maia e representa a matéria-prima, seu acabamento e seu retorno ao ciclo produtivo. É realizado em resina poliéster, que contém PET reciclado na composição.


A Edição 2011 do Prêmio apresenta a nova Categoria Tecnologia, que premiará produtos desenvolvidos com PET reciclado.


Confira novo link ao final da página! 

Em 2010 aconteceu a 11ª edição do prêmio, por onde passaram mais de 600 inscrições. Confira abaixo os vencedores 2010 nas seis categorias.

Educação Ambiental:
O projeto Percussucata, de autoria do professor de Brasília Marcelo Capucci, foi o vencedor do Prêmio EcoPET na categoria Educação Ambiental. O trabalho se destacou por fazer uso de vivências musicais, divulgar informações ambientais e reciclar PET para o desenvolvimento da consciência ambiental e de cidadania de alunos do ensino fundamental.
O Percussucata já beneficiou 26.285 alunos de escolas públicas da periferia do Distrito Federal, que recebem as informações sobre o PET de seus professores antes do show de percussão que o professor apresenta com instrumentos musicais. Os alunos recebem ensinamento sobre meio ambiente, participam do show e aprendem que é possível fazer música a partir de garrafas PET. Com três anos e meio de duração, já visitou muitas escolas da periferia.

Pesquisas e Processos:
PetGol foi o vencedor do Prêmio EcoPET na categoria Pesquisas e Processos. O futebol de dedo foi desenvolvido pelo empresário especializado em brindes promocionais sustentáveis, Alexandre Henrique Oliveira, da Ecobrindes, de São Paulo, quando resolveu aproveitar o acesso a uma gama de matérias-primas para produzir o novo jogo.
Lançado na época da Copa 2010, cada unidade do futebol de dedo é responsável por retirar do meio ambiente quatro garrafas de 2 litros de PET e 250 gramas de papel. Com design atraente, já vendeu mais de 15 mil unidades em todo o Brasil. 

Coleta e Separação:
As empresas Unnafibras e Ecofabril, Associadas da Abipet e duas das maiores recicladoras de PET do Brasil, ofereceram o Prêmio desta categoria. A ONG Associação dos Agentes Recicladores do Crato (AARC), no Ceará, foi a vencedora do Prêmio EcoPET na categoria Coleta e Separação. A AARC reúne 20 associados remunerados por produção, que ganham entre R$ 250,00 e R$ 320,00. Coleta entre 5,6 e 6,8 toneladas de material reciclável por mês, sendo que 10% do volume é de garrafas de PET.
Com cinco anos de existência, a AARC nasceu do cadastramento de catadores realizado pela Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano de Crato, em parceria com a Universidade Regional do Cariri. Entre seus objetivos destaca-se a reintegração social do catador através da geração de renda e ações de cidadania, contribuindo para a destinação adequada dos materiais recicláveis. 

Reportagem Ambiental:
A categoria Reportagem Ambiental premiou a jornalista Martha San Juan França, do jornal Brasil Econômico,  pela reportagem intitulada “Indústria de PET reciclado é maior que coleta”.

A categoria conferiu ainda duas menções honrosas. A revista Isto É foi destacada pela reportagem “O vai evem globalizado do lixo”, do jornalista André Julião, e o programa “Trilhas do Brasil” - transmitido pelo SBT de Goiânia - pela série de reportagens “Coleta seletiva – uma atividade sócio-ambiental”, da jornalista Rosângela Aguiar.

Ação da Empresa:
O vencedor do Prêmio EcoPET na categoria Ação de Empresa foi o Instituto HSBC Solidariedade, com o trabalho ComPETção. Em forma de gincana, o trabalho visou sensibilizar e incentivar os 3,5 mil colaboradores da instituição financeira em todo o País a fazerem a coleta e reciclagem do PET. Além de ter contribuído para a maior integração e o exercício da cidadania dos envolvidos, beneficiou diretamente 19,5 mil pessoas.
  
Arte e Moda:
Com o Prêmio oferecido pela Associada Amcor, a artista plástica Adriana Honório, que produz roupas e luminárias em parceria com o Instituto Ipê, de Uberlândia (MG), venceu, pela segunda vez, o Prêmio EcoPET na categoria Arte e Moda. A artesã e seus dois assistentes utilizam as técnicas de tecelagem, pintura, mosaico e criação de estruturas em arame emadeira. Os artigos são vendidos ou trocados por garrafas PET e o resultado da ação volta para o projeto Recicla Cerrado, mantido pelo Instituto (www.ipecultural.org.br).
O trabalho, que também visa a conscientização sobre o meio ambiente, gera para os artesãos um auxílio-bolsa de R$ 300,00, além de auxílio-alimentação, vale-transporte e lanches. O projeto inclui ainda o estímulo à educação, plano de desenvolvimento de carreira e saúde bucal. A proposta do projeto de artes plásticas gerou um batalhão de pessoas interessadas em aprender a técnica e promover a destinação adequada do PET.
 
A cada ano, o Prêmio EcoPET incentiva os melhores projetos referentes à reciclagem de PET, divulgando-os por diversas mídias, em prol do meio ambiente. 


Mais informações e inscrições até 30 de agosto em: http://www.abipet.org.br/index.html