segunda-feira, dezembro 29, 2008

ATA Reunião nº3

ATA REUNIÃO nº 3. Aos dezessete dias do mês de abril de dois mil e oito, às dezenove horas e trinta minutos, reuniram-se na sede da Associação Projeto Apoema – Educação Ambiental, localizada na Rua São Luiz Gonzaga, número um mil cento e cinqüenta e dois, no Bairro Guarani da cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul: Pedro Adams Junior, Daniel Felipe Martin, Rogério Abascal Oberto, Silvia Gehlen, além da coordenadora de projetos da associação Berenice Gehlen Adams. O Presidente Pedro Adams Junior iniciou a reunião dando as boas-vindas a todos e fez a leitura da Ata da reunião anterior. Após a leitura da ata o presidente da associação justificou que o motivo da reunião é o de comunicar que a Apoema postergou o desenvolvimento do programa Coletivo Educador da Rota Romântica (CERR) em virtude de surgirem algumas dificuldades. Berenice falou que a postergação foi sugerida por ela em função de estarem sendo organizados novos programas de formação de coletivos educadores que fazem sobreposição territorial ao do CERR, no caso a formação de coletivos educadores na Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos que agregam grande parte das cidades pertencentes à Rota Romântica. Pedro Adams falou que por este motivo a parceria efetivada com o projeto “Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos na Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, proposto pelo Consórcio Público de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, com sede à Rua Bento Gonçalves, quinhentos e sessenta e nove, Centro, São Leopoldo, fica no âmbito de divulgação de ações, e não mais integra ações referentes aos programas de formação de coletivos educadores e a formação do CERR. Pedro disse que foi encaminhada uma carta ao MMA com o seguinte conteúdo que por ele foi lido: “Novo Hamburgo, 13 de abril de 2008. Prezado Sr. José Vicente, escrevemos para comunicar que a parceria do Projeto Apoema – Educação Ambiental, efetivada junto ao programa de EA do Consórcio Pró-Sinos, que se compromete a realizar uma ação de apoio conforme termo de adesão - ficará no âmbito da Divulgação (no site, em mailing do projeto, em eventos), uma vez que está havendo dificuldades em relação ao que foi proposto quando fomos convidados para efetivar esta parceria que teria como objetivo incluir o nosso programa de Coletivo Educador Ambiental da Rota Romântica (CERR) junto aos que estão sendo formados no território da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos. Nossa participação seria a parte, mas ao mesmo tempo integrada, por termos sobreposição de territórios, para podermos alavancar as ações do programa CERR que já foi encaminhado para a chamada pública de 2006, mas fica difícil de ingressar de forma confusa. Acredito que houve muita boa vontade da sua parte, em querer nos integrar para também recebermos algum recurso financeiro neste edital do Pró-Sinos, porém, entendemos que ficaríamos com as nossas ações e propostas sem amparo. No evento de EA de Novo Hamburgo, que ficamos sabendo pela lista da REASul, três dias antes, você falou algo que influenciou nesta decisão: "Temos que dar o passo até onde nossa perna alcança", e percebemos que nos sentimos limitados para "abraçar", também, a construção destes três novos coletivos educadores da Bacia do Rio dos Sinos. Destaco que seguiremos em frente com o programa do Coletivo Educador da Rota Romântica de forma independente, optando por trabalhar nas cidades que não fazem sombra aos coletivos em formação, e estamos nos desvinculando do MMA - mesmo que ainda não estejamos especificamente vinculados, pois não recebemos nenhuma sinalização do que foi encaminhado ao DEA, certamente pela demanda de serviços a serem atendidos - para que, num próximo momento, quando já mais fortalecidos em termos de parcerias e ações, retomarmos, se possível, negociações com este órgão governamental e/ou aguardar novas chamadas públicas ou outras oportunidades. Compreendemos que não cabe aqui nenhuma espécie de julgamento ou críticas quanto a algumas falhas ocorridas neste processo, e o que resta dizer é que não conseguimos encaixar as nossas propostas explícitas no programa Coletivo Educador da Rota Romântica no contexto que nos foi apresentado, nestes meses de tratativas com o Pró-Sinos. Caso haja alguma providência oficial a ser tomada, pediria, encarecidamente, orientações para tal. Contamos com a sua compreensão, Att, Pedro Adams Junior e Berenice Gehlen Adams - Associação: Projeto Apoema – Educação Ambienta”. Após a leitura da carta ao MMA, o presidente destaca que também foi enviada correspondência contendo o mesmo teor para a coordenadora do projeto de educação ambiental do Pró-Sinos, comunicando a forma de parceria estabelecida. Todos participantes apoiaram a decisão compreendendo que o programa CERR poderá ser retomado de outra forma, e foi indicado focalizar para ações de EA referentes às atividades turísticas na região. Foi exposto pela coordenadora Berenice a efetivação de parceria para realização de estágio de curso de Turismo da Feevale, pela aluna e integrante das ações da associação Elma Fernanda Gehlen Adams que realizará um projeto de criação de um Guia de Ecoturismo da região da Rota Romântica para dar visibilidade as ações realizadas na região, iniciando pela cidade de Morro Reuter. A iniciativa agradou a todos e Berenice prosseguiu colocando que a associação foi convidada para organizar um evento de educação ambiental com o Instituto Martim Pescador, UNISINOS, CORSAN e SEMAE, a ser realizado do dia vinte e sete de maio de dois mil e oito ao dia vinte e nove de maio do mesmo ano. Os responsáveis em participar da organização serão o presidente Pedro Adams Junior e a coordenadora de projetos Berenice Gehlen Adams. Após alguns comentários, a reunião foi encerrada e os participantes assinaram a presente ata,

Nenhum comentário: