Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Escolas na Semana do Meio Ambiente

Imagem
Escolas na Semana do Meio Ambiente
Berenice Gehlen Adams

Com a proximidade do Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia (5 de junho) as escolas em peso preparam inúmeras atividades para ações pró ambientais como: mobilizações, campanhas, caminhadas, trilhas, palestras, apresentações de teatro, e outras. Desde que os trabalhos se prolonguem no decorrer do ano letivo e não fiquem isolados nesta comemoração referente a data, estas ações são preciosas e merecem destaque.

Esta semana recebi da professora Adriana Backes Macedo algumas fotos e um pequeno relato das ações que estão sendo programadas para a comemoração da Semana do Meio Ambiente. Trata-se da Escola Municipal EF Presidente Deodoro da Fonseca, de Novo Hamburgo/RS. O símbolo do Projeto Apoema estará presente para ilustrar as atividades e fico muito feliz com isso. Transcrevo trechos da mensagem recebida:

"Esse ano, na Semana do Meio Ambiente da escola, o símbolo do Projeto Apoema e sua missão de cuidar do nosso Planeta vão ser …

Os 63 que disseram “Não” à insustentabilidade ambiental

Os 63 que disseram “Não” à insustentabilidade ambiental



Berenice Gehlen Adams




A votação pelas alterações do atual Código Florestal (CF) foi consolidada e mais uma vez o ambiente fica a mercê do desenvolvimento econômico, emudecendo e colocando em situação de “luto” as vozes que clamam por uma sustentabilidade ambiental.

Nem sequer a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), muito menos a Academia Brasileira de Ciência (ABC), que realizaram profundos estudos mostrando que as alterações propostas por Rebelo não têm qualquer base científica, foram levadas em conta. Isto só confirma que a preocupação maior em aprovar apressadamente estas alterações do CF era defender interesses de poucos, da bancada ruralista.


E a gente só pode lamentar, ficar triste e curtir a sensação de traição por parte daqueles que tomam acento no poder  para representar nossa vontade cidadã. É nestas horas que o sentimento de exercício de cidadania vai por água abaixo.


Mas, nem por isto vamos desistir d…

Vídeo: A importância da folhas

Vídeo: A importância da folhas

Recebi esse vídeo por e-mail e não resisti em postá-lo aqui para dividir com vocês essa produção maravilhosa, que mostra a importância das folhas secas nos pés das árvores, aliás, mostra a importância das árvores para a vida. Espero que gostem como eu.

Marina cobra veto de Dilma à reforma do Código Florestal - Vamos cobrar também!

Marina cobra veto de Dilma à reforma do Código Florestal - Vamos cobrar também!

Importante mensagem recebida do Presidente do Instituto Mater Natura, que compartilho neste blog.



Eu já enviei uma mensagem a Presidenta Dilma, abraços florestais, Bere.


Conforme a notícia abaixo, a estratégia mais eficiente para evitar a votação do Código Florestal nesta terça-feira (dia 24 de maio), é ir todos para a internet, no site da Presidência da República (www.presidencia.gov.br), “fale com a Presidenta”: https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php ), e encher de mensagens pedindo a manutenção do código e o cumprimento das promessas de campanha eleitoral.


Paulo Pizzi


Mater Natura

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Marina cobra veto de Dilma à reforma do Código Florestal 23/05/2011


Mais de mil pessoas – segundo dados da assessoria de imprensa da SOS Mata Atlântica – protestaram na manhã deste…

O fim da “Era do Lixo”- “Resíduo NÃO É LIXO”

O fim da “Era do Lixo”- “Resíduo NÃO É LIXO”



Este artigo tem a finalidade de fazer você imaginar e viajar um pouquinho no mundo do lixo.


Vamos falar um pouco sobre nossos resíduos.


Vamos falar sobre o que são, como são e quem produz os denominados “resíduos” ou, popularmente chamado de: LIXO.


Vamos falar sobre a “dita” problemática do LIXO porque:


Todos nós somos “geradores” ou seja, todos nós produzimos lixo. A cada movimento, a cada procedimento, produzimos resíduos que, geralmente “achamos” que é lixo.


Todos nós processamos vários materiais durante o dia, em diferentes circunstâncias, com diferentes resultados.


A respiração é um exemplo básico: absorvemos O² e eliminamos CO², ou seja, no processo da respiração, nossa matéria prima é o oxigênio e nosso resíduo é o gás carbônico: Elementar, óbvio e direto!


Pensando dessa forma, você já parou para pensar e verificar o que VOCÊ produz de “lixo” durante um dia?.


Mas, antes de imaginar o quanto você produz, deixo uma pergunta básica:


o que você …

A violência na educação

A violência na educação

Berenice Gehlen Adams


De onde vem tanta violência nas escolas? Essa pergunta ecoa entre nós todos, porém, assim como é o próprio eco, como resposta escuta-se apenas a mesma pergunta, seguida de um silêncio assustador representado pela falta de providências.


Segundo noticiários e especialistas da educação, atitudes como agressividade e bullying estão aumentando drasticamente em escolas de educação de crianças e adolescentes, e evidencia o descaso instalado em nosso sistema educacional, no qual o professor perde cada vez mais a vez e a voz diante alunos que refletem comportamentos de famílias desestruturadas.


A violência na educação coloca em cheque não somente a vida de professores e alunos, mas a cultura de um povo, e a resposta que encontro a esta questão é a de que enquanto a educação não receber o valor que merece, a situação tende a piorar.


Tentando comprovar minha hipótese para além do óbvio, me apego ao exemplo que o Japão nos deu recentemente na situação cata…

O dia "D" das florestas brasileiras

Imagem
O dia "D" das florestas brasileiras
Coletânea de imagens e charges que denunciam abusos florestais   













Aprovar ou não a insustentabilidade ambiental, eis a questão

Aprovar ou não a insustentabilidade ambiental, eis a questão

Berenice Gehlen Adams


O debate acirrado acerca da votação pelas alterações do atual Código Florestal parece estar próximo do seu fim, porém, longe está o consenso. De um lado os ruralistas, que querem cada vez mais terras para cultivar, e de outro, os ambientalistas, que lutam pela preservação do que ainda resta de nossas florestas.


Muitos artigos e matérias abordam o que pode acarretar para o meio ambiente se as alterações sugeridas para as mudanças do Código Florestal forem aprovadas, mas mesmo assim, estamos muito longe de chegar a um consenso.


Nesta situação, mais uma vez os interesses econômicos têm falado mais alto do que as vozes, não só dos ambientalistas, mas também das pessoas que por consciência e coerência querem uma vida com maior sustentabilidade ambiental, dizem NÃO a estas alterações propostas.


Busca-se, a cada dia mais, a concretização de uma sociedade sustentável, diante do que já está para lá de comprovado. Des…
Olho no Futuro- coluna de Mirtiam Leitão faz considerações



Olho no futuro, por Míriam Leitão


Esta semana o Brasil pode tomar uma decisão que vai afetar as futuras gerações. O país tem diante de si muitas dúvidas, mas já tem uma certeza: até agora, errou muito. O Código Florestal não é sobre o conflito entre produtores rurais e ambientalistas, é sobre os erros do passado, as chances e riscos do futuro. O debate tem sido medíocre.


O fotógrafo brasileiro e global Sebastião Salgado passou os últimos anos olhando o presente do futuro num projeto chamado Gênesis, que lembra o passado mais inicial. Fotografa o que resta de protegido na natureza. Essa ideia surgiu quando voltou para a fazenda em que cresceu no interior de Minas, Aimorés. Tudo árido, desmatado, morros pelados, erosões. Nada lembrava a vida cheia de verde que ele tinha visto na infância. Ele começou a replantar. Mil, duas mil, um milhão de mudas de espécies nativas. A água, que havia secado, brotou de novo; as árvores cresceram…

A Educação Ambiental e as representações de meio ambiente

A Educação Ambiental e as representações de meio ambiente

Berenice Gehlen Adams


A maneira como atuamos no mundo indica a forma como percebemos o meio ambiente e o que este representa para nós. Alguns especialistas identificaram três tipos de representações de meio ambiente na percepção humana.


A primeira forma identificada é a de uma representação mais naturalista, onde o ambiente é representado especificamente pela natureza envolvendo a fauna, a flora e os elementos naturais, como a água, o ar, os solos. Esta representação sinaliza uma visão de que o meio ambiente é como uma paisagem onde o meio urbano não está inserido.


A segunda forma de representação aponta para uma visão mais antropocêntrica, onde o ser humano é percebido como centro ou senhor da natureza, onde a natureza existe para servi-lo.


Como terceira forma de representação, os especialistas indicam uma percepção mais global ou sistêmica, onde o ser humano é concebido como ser integrante do meio ambiente. Nesta visão mais abr…
Imagem
Informativo Apoema 99

Já está disponível a edição da semana (04/05/2011): Informativo Apoema 99 - A edição traz um texto reflexivo sobre as diferentes formas que percebemos o meio ambiente e suas implicações nas práticas da Educação Ambiental. Traz, também, uma sugestão de atividade para promover uma visão interdisciplinar a partir de imagens, além de outras informações. Bom proveito à todos!

Ajudem a divulgar este informativo


Bere e Alice Adams
Projeto Apoema – Educação Ambiental

Este e os informativos anteriores estão disponíveis em: http://www.apoema.com.br/links_para_os_informativos.htm



Link relacionado: http://www.apoema.com.br