Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Livros para Educação Ambiental

Imagem
Conheça a série de livros produzidos pela Apoema Cultura Ambiental que enfocam a Educação Ambiental na escola. Conheça e curta!

http://www.apoema.com.br/LivrosdeEA.htm

Florestas: quem poderá defendê-las?

Imagem
Precisamos das árvores, e como! Mas, ao que parece, nosso Congresso Nacional não sabe disto, pois a maioria das propostas das alterações do Código Florestal Brasileiro deixam nossas florestas ainda mais desprotegidas. Apesar dos 12 itens vetados pela presidente Dilma, a situação é bem preocupante e representa um retrocesso nas conquistas referentes à proteção ambiental brasileira.
As florestas desempenham um papel fundamental para o equilíbrio ecológico e climático do planeta. As copas e raízes, por exemplo, regulam os fluxos de água e amenizam as diferenças de temperatura entre o solo e a atmosfera, contribuindo na promoção do equilíbrio e da estabilidade, necessários para todas as formas de vida do planeta. Mas, florestas continuam sendo derrubadas, e aos montes. Segundo a publicação “Consumo sustentável: manual de educação”, produzida pelo Ministério do Meio Ambiente, o Brasil possui a maior extensão de floresta tropical do mundo – aproximadamente 65% do seu território. Dessa área…

Veta, Dilma ! artigo de Montserrat Martins

Imagem
Veta, Dilma ! artigo de Montserrat Martins


[EcoDebate] Corajosa, ao estampar na capa “Veta, Dilma!” a revista “Isto É” faz o oposto da “Veja”, que jamais correu o risco de desagradar possíveis anunciantes. A diferença entre duas revistas nacionais de grande circulação vai além do natural interesse que desperta a mídia, também é uma metáfora de dois modos de pensar sobre negócios, de dois modos opostos de empreendedorismo. Ambas são empresas e visam lucros, mas fazem apostas diferentes. Corajoso é o empresário que acredita na inteligência do seu público e que este apoiará líderes sensatos, que pensam no melhor para toda a coletividade. Conservador, em contraste, é o que acredita que o mundo não muda e aposta apenas no lucro imediato e em ficar sempre bem com os que hoje detém o poder econômico.

Não vamos explicar aqui a descaracterização do Código Florestal, pelo que se apela à Presidenta que vete as mudanças que favorecem os desmatadores. Vamos direto aos interesses em jogo, o agrone…