quarta-feira, outubro 13, 2010

Amo o Parcão de Novo Hamburgo: Abaixo-assinado no Parcão pelo Parcão

Amo o Parcão de Novo Hamburgo: Abaixo-assinado no Parcão pelo Parcão: "  Abaixo-assinado organizado pelo Movimento Roessler. O futuro de presente: Mamães e papais assinando a herança que querem deixar para ..."

O título do post é link para conferir ação do Movimento Roessler em prol do Parcão, no blog.

Meses atrás trocamos mensagens a respeito das futuras alterações no Parcão, publicadas na última edição do caderno miNHa Cidade, da Prefeitura de NH. Muitas pessoas já conversaram comigo, entre elas educadores e ambientalistas, sobre as ilustrações que evidenciam uma “reestruturação” do mesmo, um tanto preocupante.

Fontes das ilustrações:
http://an.novohamburgo.rs.gov.br/arquivos/File/Jornal_Prefeitura/Jornal_PMNH_3.pdf

Após ver as imagens e em concordando ser um projeto que interferirá de forma drástica na “saúde” do Parcão (isto sem falar da suposta Rua Florença que querem abrir cortando o Parque), entramos no site da prefeitura http://an.novohamburgo.rs.gov.br/ e enviamos mensagens pelo link “Fale conosco”, manifestando preocupação e solicitando que as mudanças não causem impactos nesta área já tão sofrida.

O Parcão corre perigo de se tornar puramente uma área de lazer e turismo – conforme se refere a ele a matéria, ao invés de área a ser recuperada e preservada.

Tive como resposta para a mensagem enviada ao Fale com a Agência de Notícias da Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo

"Oi Berenice

O que acontece é que a imagem é apenas uma maquete ilustrativa. Se fosse demonstrado na maquete a vegetação, não daria para ilustrar "materialmente" o projeto. Repare que no desenho, a parte evidenciada com obras é a já existente, a quadra poliesportiva fica no local onde hoje é a quadra de areia, o parquinho no parquinho, etc.
O parque é uma grande área verde dentro da área urbana, um local do qual todos nos orgulhamos muito e, certamente a vegetação nativa, as nascentes d'água e a fauna são defendidos no projeto.
Aproveito para convidá-la para a audiêncai pública do Parcão, uma reunião que ocorre na noite desta quinta-feira, onde será apresentado o plano de manejo do local, um documento que regulamenta a utilização do parque. Um estudo bem completo realizado pela prefeitura, a partir da iniciativa do prefeito Tarcísio, e que visa justamente defender, nesta e nas futuras administração, a utilização correta do Parcão".

(Diogo Fernandes - Comunicação PMNH - 3594-9916)

Não fui a reunião, mas quem foi saiu frustrado... De lá pra cá as ações em prol do Parcão estão florescendo, como este abaixo-assinado que divulgo. Toda manifestação e participação é válida para exercermos nossa cidadania ambiental.

Manifeste-se, participe, para que possamos cuidar mais desse tão precioso espaço nossa cidade (clique aqui para baixar o arquivo para coleta de assinaturas e depois encaminhe-as para o Movimento Roessler - se você não for daqui - RS/NH - procure participar de ações da sua realidade, certamente devem ter muitas à sua espera!).

Berenice Gehlen Adams
www.apoema.com.br

2 comentários:

vera adams disse...

Que boa esta tua iniciativa, querida cunhada.
Beijos

Anônimo disse...

Um excelente momento para desenvolver uma pesquisa de avaliação da percepção ambiental e social dos aprticipantes, linha de pesquisa que o NEPA (grupo sem fins lucrativos) desenvolve nos últimos seis anos.

Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA
roosevelt@ebrnet.com.br