terça-feira, dezembro 17, 2013

Lançamento da 46ª edição da REVISTA on-line Educação Ambiental em Ação

Lançamento da 46ª edição da REVISTA on-line


EDITORIAL 46ª EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO – DEZ/2013

Este é sempre um período do ano de muita agitação, correria, falta de tempo, mas também, de muita satisfação, pois é tempo de festas, comemorações e, também, do lançamento da revista Educação Ambiental em Ação.

O trabalho, que é realizado por uma equipe que se conecta de norte a sul, há mais de 10 anos, é reconhecido nacionalmente por todos aqueles que se preocupam em promover ações para uma mudança de paradigma, e não são poucas pessoas.

Atualmente, o contador da revista ultrapassa quatro milhões e meio de visitantes. Certamente, cada uma destas pessoas vem até a revista para colher ideias que aqui são plantadas para serem multiplicadas, então, pode-se dizer que a revista é um viveiro virtual ecológico de ideias e práticas de educação ambiental, e é isto o que a revista representa para mim. Trocando ideias com alguns membros da nossa equipe, considerei importante trazer o que alguns deles pensam e sentem em relação a este trabalho (...) (Para conferir, acesse o editorial na íntegra em www.revistaea.org )

[Importante destacar que] Além de contar com a contribuição trimestral de membros da equipe de trabalho, não poderíamos deixar de citar a importante contribuição de centenas de autores que enriquecem esta publicação com artigos de grande importância para o aperfeiçoamento de práticas educacionais. Esta edição, por motivos adversos, não apresenta todos os artigos aprovados, porém, excepcionalmente, faremos uma EDIÇÃO EXTRA no mês de fevereiro de 2014 para incluir os trabalhos que foram selecionados para a 46ª edição. Será a 46ª EA em Ação – Adicional, e desde já agradecemos pela compreensão dos autores, cujos artigos ficaram para a edição extra.

Por fim, é com a frase que nos motivou neste trimestre, que encerro este editorial, desejando a todos momentos inesquecíveis e felizes nesta troca de ano e um Natal muito abençoado...


"Somos moldados e guiados pelo que amamos."
(Johann Wolfgang Von Goethe)


Bere Adams e Equipe da Educação Ambiental em Ação

DEZ/2013

www.revistaea.org

sexta-feira, novembro 29, 2013

Em breve, ultimo Informativo Apoema do ano

Bom dia, pessoal!

O último Informativo Apoema do ano vai tratar de um tema muito importante: DESPERDÍCIO e está quase saindo do forno. Em 2014 vamos buscar patrocinadores para distribuir gratuitamente a versão impressa em escolas. Quem se interessar, desde já, faça contato com bereadams@gmail.com .

Para acessar informativos anteriores:
http://www.apoema.com.br/links_para_os_informativos.htm

Percentual de desperdício destes alimentos

quinta-feira, novembro 14, 2013

Dê seu voto no Prêmio Cidadão do Ano na categoria Sustentabilidade

Eu, Berenice G. Adams, coordenadora do Projeto Apoema e diretora da Apoema Cultura Ambiental (www.apoema.com.br), fui novamente indicada para o Prêmio Cidadão do Ano na categoria Sustentabilidade. 

Estes prêmios são muito válidos, não pela competição, mas por incentivar e dar visibilidade ao trabalho de pessoas que contribuem para a concretização de uma sociedade sustentável. Para votar, clique na imagem ou no link abaixo. Desde já fico muito grata pelo seu apoio e incentivo, tão importantes para melhorarmos cada vez mais nossas ações, abraços, Bere Adams.




sexta-feira, outubro 25, 2013

Divulgando ações...

Divulgando ações...     

QUE BROTE DA SUA INICIATIVA


*Crédito: Thaís Alessandra,

A campanha Plante uma Árvore no Gandarela está sendo semeada desde novembro de 2012, desde então, atuações de plantio tem sido realizadas nessa Serra, em nome dos internautas que colaboraram com a causa. Toda divulgação se converte em uma muda endêmica plantada pela Floricultura Ikebana Flores na Serra do Gandarela, em meses favoráveis a essas ações, janeiro e outubro. Até agora, cerca de 100 mudas foram plantadas. Quer saber mais? http://www.ikebanaflores.com.br/blog/category/campanha-ikebana-flores/

Ampare essa causa você também.
Gandarela necessita da sua ajuda!

Por meio da campanha, a Floricultura Ikebana Flores quer colaborar para uma maior conscientização da sociedade a respeito dos problemas atuais que ameaçam o Gandarela (desmatamentos, queimadas e mineração) e sobre o valor desse santuário natural localizado entre a Serra da Piedade e a Serra do Caraça, considerado a segunda mais ampla floresta de Mata Atlântica de Minas Gerais e a maior reserva de cangas ferruginosas do Brasil. Através das redes sociais a Floricultura também está declarando o seu apoio à concepção do projeto Parque Nacional na região, uma unidade de preservação local que visa resguardar os biomas existentes no Gandarela – biomas de Mata Atlântica, vegetação rupestre e cangas, e suas bacias hidrográficas - dos Rios Doce/Piracicaba e São Francisco/Rio das Velhas, entre elas, o Rio das Velhas, responsável por abastecer 60% de Belo Horizonte.
Desde o início da campanha, a flora também está doando a todos que se interessar com mudas típicas do cerrado - ipê amarelo, ipê branco, sucupira, pata de vaca, tamarindo e peroba. 

Basta vir a Av. Getúlio Vargas, 1697, Savassi; de 2ª feira a 6ª feira, no horário de 10h00 as 19h00.

*Crédito: Thaís Alessandra,




Iniciativa:

Floricultura Ikebana Flores
Av. Getúlio Vargas, 1697 - Funcionários - 30112-021, Belo Horizonte, Minas Gerais.

Telefone: 31 3227-4802 - Savassi

domingo, outubro 13, 2013

Lançamento de aniversário de 10 Anos da Apoema Cultura Ambiental

A Apoema Cultura Ambiental completa 10 anos de vida, e por isto temos a alegria de apresentar o Pré Lançamento do livro paradidático infantil:

ABC AMBIENTAL ILUSTRADO: UM MUNDO ENCANTADO CHAMADO TERRA, com atividades para alfabetização



Tudo pronto para a chegada do mais novo membro da família da Apoema Cultura Ambiental. A nova publicação é focada no público infantil para auxiliar no processo de alfabetização. Trata-se do ABC AMBIENTAL ILUSTRADO: UM MUNDO ENCANTADO CHAMADO TERRA, com atividades para alfabetização. Para cada letra há um poema acompanhado de diversas atividades ilustrativas, que combinam aprendizado com descobertas a partir de pinturas de desenhos, letras, escrita de palavras e muita observação com fotografias exclusivas, todas relacionadas com vivências e experiências da autora.

Características da publicação:

Papel: Reciclado
Formato: A 4
Encadernação : Espiralada
Número de páginas: 120
Valor de lançamento R$ 62,00
Disponibilidade a partir de 18 de outubro de 2013
Encomendas podem ser feitas no e-mail bereapoema@gmail.com
Vendas somente pela Internet.

www.apoema.com.br

Para adquirir, CLIQUE AQUI




Informativo Apoema - Agora quinzenal

Edição da quinzena (02/10/2013) Informativo Apoema 174

Está disponível a edição da quinzena (02/10/2013) Informativo Apoema 174. Esta edição trata das comemorações do mês de outubro, e mais especificamente sobre o Dia do Educador Ambiental. Em seu Zoom o informativo busca saber mais sobre percepção, encantamento e traz definições de diálogo e debate como método de trabalhos em grupos, para que se atente para as vantagens e desvantagens destas técnicas. Tudo isso e mais um pouco, à sua disposição!

Desejamos que façam bom proveito!

Edição ANO 5 - VOL 174 - 02/OUT/2013

Para acessar informativos anteriores, clique aqui

segunda-feira, setembro 16, 2013

Seja muito bem-vindo, setembro! Já estamos te esperando, primavera! - Informativo Apoema 173

Ipê roxo - E.E. Antonio Vieira (Foto: Pedro Adams)

É setembro
Bere Adams

Finalmente, setembro chegou, trazendo em seu interior o maior presente da natureza: a primavera. Ela chega daqui a alguns dias, mas já está dando seus sinais nas madrugadas com os ensaios dos sabiás e com as flores que, apressadas, desabrocham nos ipês. Poderemos abrir janelas e portas para receber a estação de brotação e de temperaturas mais amenas, pelo menos é o que se espera.

O mês de setembro é o mês mais belo do ano, principalmente deste ano, que teve um dos invernos mais frios e chuvosos dos últimos tempos. Conforme o portal da Climatempo, o mês de agosto de 2013 ficará marcado na história climática do Brasil e da América do Sul pelas três fortes ondas de frio que causaram três episódios de nevadas amplas no Sul do país e episódios de neve no Uruguai e na Argentina. Apesar do lindo cenário, a neve atípica traz sérios problemas para o meio ambiente e para a população que não está preparada para tanto frio. E se isso não bastasse, acompanhando o frio intenso, o mês de agosto trouxe chuva, muita chuva, e uma das piores enchentes da história do Estado do Rio Grande do Sul, afetando mais de oito mil pessoas dos vinte e nove municípios atingidos, conforme divulgou a Defesa Civil do Estado, tornando-se um evento que levará muito tempo para ser esquecido. Alguns especialistas têm alegado que estes estremos, de muito frio e muita chuva, são um dos resultados das mudanças climáticas provocadas, principalmente, pela interferência humana no meio ambiente. Mas, o inusitado de toda esta situação foi ficarmos sem abastecimento de água por alguns dias, o que mostra a maestria da natureza em se tratando de imprevistos, ampliando o raio dos atingidos da enchente para além do imaginável. Por uma grande ironia, mesmo estando no décimo andar de um local distante dos alagamentos, a enchente chegou lá de forma diferente, deixando as torneiras sem serventia.

Tudo passa, e esse frio e essa enchente, também passarão, mas não sem antes nos deixar, mais uma vez, muitas lições de casa para que possamos nos prevenir, caso estes fenômenos retornem. Em breve, com a troca de estação, vamos poder viver um pouco mais aliviados. Seja muito bem-vindo, setembro! Já estamos te esperando, primavera!


Bere@apoema.com.br

quinta-feira, setembro 12, 2013

Lançamento da 45ª PUBLICAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO

EDITORIAL DA 45ª PUBLICAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO
Setembro-Novembro/2013

Esta edição, novamente, apresenta o trabalho de muitas mãos que se entrelaçam em suas atividades, de muitas mentes que se sintonizam pelos seus objetivos, demuitos braços que se abraçam pelos ideais, de muitos olhares que enxergam um mundo diferente, um trabalho em equipe que integra inúmeros grupos. São muitos toques, dicas, relatos de experiências, compartilhamentos de ações que estão mudando o mundo, e para melhor, e por isto o tema que permeou a publicação foi: Educação ambiental e a sensibilidade de cada um.

A frase que colocamos no cabeçalho da edição é dirigida, não somente a professores, mas também a todas as pessoas que monitoram e coordenam atividades relacionadas às questões ambientais, pois nos instiga a provocação, a reação, a ação:

"O planeta precisa do professor provocador, que inquiete e estimule os alunos a pensarem, questionarem, refletirem e ousarem agir em prol de questões maiores". Suzana Machado Padua

Para Sandra Barbosa, uma das editoras responsáveis pela publicação, este "é um trabalho continuo , responsável e cansativo, mas o produto final é a satisfação de ter colocado um tijolo na contrução da mudança do planeta. Esta edição traz trabalhos muito bons, e nos leva a um debate íntimo e coletivo sobre como nos comportar com os recursos naturais e culturais. Neste mês de setembro em que comemoramos a data suprema de liberdade da nossa pátria, a edição expõe ideias e ideais sobre educação ambiental".

São inúmeros os projetos que nascem motivados por experiências provocativas e inquietantes expostas na revista, tanto em escolas quanto em outras instituições.
Valdir Lamim Guedes, colaborador e titular da seção: Práticas de Educação Ambiental, destaca a importância desta publicação para o meio acadêmico que é revelada na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), onde, além de ser analisada em 21 áreas, a revista é B3 em duas áreas, incluindo na interdisciplinar e em educação é B4.

A cada edição nos surpreendemos com a intensa visitação recebida, o que nos motiva a oferecer aos nossos leitores e as nossas leitoras uma gama de materiais cada vez mais variada.

O nosso contador de visitas registra 4.388.882 acessos totais no dia 7 de setembro. O número de visitas diárias varia entre 5.000 e 10.000, e o nosso recorde foi de 12.596 visitas no dia 20 de maio deste ano. São números surpreendentes para uma publicação educacional, sem fins comerciais e sem publicidade, o que revela um grande interesse por caminhos novos pela Educação Ambiental.


Realmente, é muita gente prestigiando esse trabalho que se propõe a ser uma ferramenta para incentivar as necessárias mudanças que precisam, urgentemente, ocorrer, dentro e fora de nós.

Agradecemos a cada um de vocês, pela participação, muito obrigada!

Boa leitura!
www.revistaea.org
Bere Adams e Equipe da EA em Ação
Foto: Bere Adams

terça-feira, setembro 10, 2013

Retomada do Informativo Apoema



Retomada do Informativo Apoema - Agora quinzenal



Edição da quinzena (27/08/2013) Informativo Apoema 172

Está disponível a edição da quinzena (27/08/2013): o Informativo Apoema 172. Esta edição trata da retomada do informativo - que ficou suspenso por 8 meses - que desperta em pleno inverno para dar continuidade na sua proposta de disseminar informações diversas sobre as questões ambientais e Educação Ambiental propriamente dita. Traz um poema sobre o inverno, e no seu Zoom o informativo aborda o tema da poluição luminosa, ainda pouco tratado e divulgado. Alem disso, traz textos informativos sobre cachoeiras e pegada ecológica Estamos felizes por retomar esta atividade tao gratificante, e desejamos que façam bom proveito!

Edição ANO 5 - VOL 172 - 27/AGO/2013






Em breve, lançamento da 45ª edição da REVISTA on-line



Aguarde!
Educação Ambiental em Ação.

www.revistaea.org

quinta-feira, junho 13, 2013

Semana Literária e do Meio Ambiente

Semana Literária e do Meio Ambiente

No dia 12 de junho tive a honra de participar da Semana Literária e do Meio Ambiente da Escola Municipal Presidente Deodoro da Fonseca, de Novo Hamburgo/RS, a convite da professora parceira do Projeto Apoema, há mitos anos, Adriana Backes.

Foi muito gratificante ver as crianças, sob a coordenação das professoras, abraçando em um mesmo evento dois importantes enfoques educacionais, hoje fundamentais para a formação de cidadãos planetários: os livros e o meio ambiente.

Assisti a diversas apresentações, todas muito criativas e muito bem elaboradas, entre elas, a encenação da história “Um reino encantado por um triz”, publicada pela Apoema Cultura Ambiental, em 2012.

O evento contou com a participação da comunidade escolar, quando muitos pais se fizeram presentes nas apresentações das crianças.

O cenário do espaço do evento foi muito bem elaborado pela Professora Anelise Door, que também não mede esforços para que o evento se realize com muito sucesso.

A organização do evento está de parabéns!

Este é mais um dos momentos únicos e especiais que tive a alegria de estar presente. Momentos que dão vazão à criatividade através da participação efetiva e da sensibilização ambiental com conscientização por um mundo melhor, a partir de ações e de livros.

Bere Adams.

A seguir, veja alguns registros da história encenada: "Um reino encantado por um triz" - e das organizadoras
Fotos: Bere Adams e Adriana Backes
Para ver mais sobre todo o evendo, acesse: http://ecoletivodeodoro.blogspot.com.br/ 

O livro



Fada Roxa e Duende Grilo


Encantamento das fadas


Narradora


Poluição do ar





Palavrinhas finais com Bere Adams


Eu com a equipe organizadora Ane, Adriana, Mara e Marisa (Faltou a Anelise e a Sandra, que estão abaixo):


Anelise Door


E a Sandra.

Parabéns, Escola Municipal Presidente Deodoro da Fonseca – Novo Hamburgo/RS

quarta-feira, junho 05, 2013

Sobre Dia do meio ambiente e Educação Ambiental na prática, com a Carta da Terra para Crianças - Apoema

Sobre Dia do meio ambiente e Educação Ambiental na prática, com a Carta da Terra para Crianças - Apoema

Com tantos acontecimentos que puxam o tapete dos pés de quem abraça as causas ambientais (como por exemplo: indígenas vilipendiados, árvores derrubadas, animais mal tratados...), é inevitável usar este momento para questionar: "O que há para se comemorar neste dia do meio ambiente e da ecologia?".

Porém, ainda assim, opto pelo otimismo, e vibro por cada pequena ação, por cada semente plantada, e principalmente, pelas ações de educação ambiental que pipocam de escola em escola para passar novos valores para nossas crianças.

Por que tenho tanta esperança? Olha essa turma, essa professora maravilhosa com os livros da Apoema, a interpretação da Carta da Terra para Crianças. Lindo demais, um tesouro, pérolas nesses olhinhos brilhando!

É visível um trabalho com consciência, com significado, com participação que a professora Valquiria Bottaro desenvolve com seus alunos. As imagens podem falar por mim:










Fotos: Valquiria Bottaro

Junho, o mês do verde




Texto publicado no Jornal NH em 05/06/2013

Lançamento da 44ª Educação Ambiental em Ação

5 DE JUNHO, DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA E ANIVERSÁRIO DA NOSSA REVISTA





Nasceu a 44ª Edição da revista virtual Educação Ambiental em Ação

Neste dia 5 de junho, data tão especial de se comemorar o Meio Ambiente e a Ecologia, temos outro motivo para celebrar.
É, também, o aniversário desta publicação.
São 11 anos de trabalho pela rede. Primeiro uma ideia, lançada pelo GEAI (Grupo de Educação Ambiental da Internet). Depois, a formação da equipe.
Foi assim que há 11 anos a revista saiu dos sonhos, dos pensamentos, e por mensagens começou a tomar forma:
As seções, a arte, o nome, e
Enfim,
O nascimento.
Um nascimento curtido, esperado, singelo, com o objetivo de trazer
a Educação Ambiental à LUZ.
E a cada trimestre, mais um nascimento de mais um conjunto de ideias e ideais para o equilíbrio no Planeta, pela Educação Ambiental. Ideias pensadas e experimentadas, que se esparramam pela internet e que saltam das telas para ações, graças a vocês, amigos, leitores, nossos maiores incentivadores.
E é com muito entusiasmo
Que anunciamos o nascimento
Da 44ª edição da
Educação Ambiental em Ação.

www.revistaea.org

quarta-feira, maio 29, 2013

Green Project Awards Brasil







As inscrições ao GPA Brasil vão até 5 de junho de 2013 e podem ser feitas pelo site www.gpabrasil.com.br. A entrega do prêmio acontecerá em São Paulo, em 13 de setembro, quando se comemorará também o Dia Mundial da Amazônia.

Saiba mais em http://www3.ethos.org.br/cedoc/green-project-awards-abre-inscricoes-ate-56/#.UZ0OprWyBu6

domingo, maio 26, 2013

Quando o verde é a cor da ganância

Quando o verde é a cor da ganância



Quando nos perguntamos o porquê do mundo estar assim, com graves sintomas de “esquizofrenia crônica”, levantamos as mais diversas hipóteses, entre elas: o ser humano perdeu valores essenciais com a era do consumo; a honestidade é banalizada e ridicularizada; tudo é descartável, desde objetos até pessoas, quando não servem mais. Teríamos, ainda, muitas outras hipóteses que poderiam justificar o caos atual estabelecido em praticamente todas as esferas da vida. Porém, a principal causa para toda esta situação planetária é a ganância. Se não fosse pela ganância, muita coisa estaria no seu devido lugar, muito desperdício seria evitado, não haveria tanto descarte e a coletividade receberia a atenção que merece. E de onde vêm esta ganância, se não do poder?

Já dizia Paulo Freire que o maior sonho do oprimido é ser o opressor, e sobre isto, Abraham Lincoln concluiu que se quisermos conhecer o caráter de alguém, basta dar-lhe poder. E é aqui que reside a causa da ganância, e de muitos males do nosso tempo, que transforma a vida em nada menos do que um círculo vicioso de querer sempre mais, gerado pelo poder.

Estamos perdendo nossas referências como seres dotados de emoções, de sentido, de vida, e passamos a ser marionetes de um sistema que está se degradando na mesma medida em que degrada a sociedade e o meio ambiente. Enquanto tantos lutam por um mundo melhor, por leis efetivas, por participação, por preservação, por conscientização, por cidadania, nossos representantes políticos, sem dó, nem piedade, promovem a degradação da sociedade, a degradação da educação, a degradação ambiental em troca de presentinhos, mimos e grana, muita grana. E as manchetes diárias não negam isso. Recentemente, em uma operação contra crimes ambientais realizada pela Polícia Federal no nosso RS, foram presas 17 pessoas ligadas a área ambiental. Realmente, tem pessoas gostam muito do verde, porque a cor verde simboliza, também, a cor do dinheiro e a cor da ganância.

Berenice Adams

Pedagoga especialista em Educação Ambiental bere@apoema.com.br

sábado, maio 18, 2013

Prepare-se para as comemorações sobre o meio ambiente

Prepare-se para as comemorações sobre o meio ambiente e curta essa promoção: Para cada livro adquirido você recebe um livro infantil de brinde. Estamos próximos das comemorações focadas no meio ambiente, em junho. Aproveite para renovar ações de Educação Ambiental. Clique no link para acessar todas as produções - http://www.apoema.com.br/LivrosdeEA.htm





segunda-feira, abril 22, 2013

Dia da Terra - 22 de Abril


2 ª Edição do Projeto Aula na Praça ou no Parque

2 ª Edição do Projeto Aula na Praça ou no Parque

Em homenagem ao Dia da Terra (22 de ABRIL), o Projeto Apoema – Educação Ambiental lança a segunda edição do projeto Aula na Praça ou no Parque. Este projeto pretende incentivar a utilização de parques e praças como espaços pedagógicos e lançar um desafio a todos os docentes: o de aplicarem aulas em um parque ou praça que fique próximo da escola. 

O objetivo é integrar as crianças nestes ricos espaços públicos, além de valorizar estes espaços urbanos quase esquecidos pelas administrações públicas e, por consequência, pela população em geral. Sugere-se uma série de atividades que podem ser enriquecidas com atividades planejadas pelos docentes que aderirem. 
Aqueles que quiserem compartilhar suas experiências poderão enviar o registro das atividades e resultados até o dia 15 de junho de 2013 para publicação no site do Projeto Apoema – Educação Ambiental. 

Participação merece premiação: A Escola participante que remeter o relatório conforme o roteiro receberá, gratuitamente, dois livros da Apoema Cultura Ambiental, um para a Escola e outro para a Professora.

Mais informações: www.apoema.com.br






sábado, abril 20, 2013

2ª Edição do Projeto Aula na Praça ou no Parque


2ª Edição do
Projeto Aula na Praça ou no Parque
Berenice Gehlen Adams

Produção:  Projeto Apoema – Educação Ambiental, projeto socioambiental da Apoema Cultura Ambiental
ABR/2013


Saiba como participar em:



sexta-feira, abril 12, 2013

Um amanhecer especial... nas nuvens...

SE EU QUISER FALAR COM DEUS

Gilberto Gil


Se eu quiser falar com Deus

Tenho que ficar a sós

Tenho que apagar a luz

Tenho que calar a voz

Tenho que encontrar a paz

Tenho que folgar os nós

Dos sapatos, da gravata

Dos desejos, dos receios

Tenho que esquecer a data

Tenho que perder a conta

Tenho que ter mãos vazias

Ter a alma e o corpo nus

Se eu quiser falar com Deus

Tenho que aceitar a dor

Tenho que comer o pão

Que o diabo amassou

Tenho que virar um cão

Tenho que lamber o chão

Dos palácios, dos castelos

Suntuosos do meu sonho

Tenho que me ver tristonho

Tenho que me achar medonho

E apesar de um mal tamanho

Alegrar meu coração

Se eu quiser falar com Deus

Tenho que me aventurar

Tenho que subir aos céus

Sem cordas pra segurar

Tenho que dizer adeus

Dar as costas, caminhar

Decidido, pela estrada

Que ao findar vai dar em nada

Nada, nada, nada, nada

Nada, nada, nada, nada

Nada, nada, nada, nada

Do que eu pensava encontrar


sexta-feira, março 15, 2013

43ª edição da Educação Ambiental em Ação




Convite para Lançamento on-line da 43ª edição da Educação Ambiental em Ação

É com muita alegria que convidamos você para o lançamento de mais uma edição da revista Educação Ambiental em Ação.
A revista tem como principal objetivo divulgar a Educação Ambiental em todos os contextos e fazer papel de elo entre ideias e ideais, aceitando o desafio de promover transformações para melhorar a qualidade de vida do Planeta, porque “o grande desafio socioambiental hoje é romper com a ideia de um pensamento único e unidimensional, orientado rumo a um “progresso sem limites”, que vem reduzindo, sufocando e superexplorando a natureza. E para isso não basta se firmarem acordos e convenções, que depois de colocados em prática vão ser regidos por essa mesma racionalidade instrumental e econômica que hoje questionamos, mas sim ir legitimando outras formas de compreensão da vida e da complexidade do mundo e uma nova ética da práxis no mundo” (Enrique Leff).
Queremos que você faça parte desta ação coletiva de transformação para que juntos façamos a diferença para alterar posturas, atitudes, empreendimentos focados na produção e no consumo sem medidas, tornando-os mais moderados, adaptando as intervenções humanas ao que o planeta pode suportar, pois estamos no limite.

Acesse:
http://www.revistaea.org/

Equipe da Educação Ambiental em Ação

domingo, fevereiro 03, 2013

Volta às aulas

Volta às aulas

A euforia do reencontro é maravilhosa, apesar de toda situação calamitosa que se encontra a situação da EDUCAÇÃO no Brasil. 

A alegria de rever e conhecer novos colegas e professores é imensa, apesar da desvalorização dos nossos maravilhosos mestres, apesar da falta de respeito de uns poucos professores que não valorizam sua profissão, e apesar de alguns poucos alunos que “influenciam” outros, imaturos - com atitudes nocivas.

O material escolar novinho, os cadernos em branco, os lápis de cores, os livros, na mochila, são um incentivo adicional para o retorno escolar, apesar de muitos alunos carecerem destes instrumentos pela falta de compromisso de nossos governantes – material escolar é FERRAMENTA para a educação, como um bisturi o é para a medicina.

Retornar às escolas, preparadas para mais uma jornada anual, que nas férias ecoam um longo silêncio que não se repete quando o ano letivo começa, é muito prazeroso, apesar de muitas delas estarem em péssimas condições para receberem professores e alunos sedentos de saber.

As aulas são uma preciosidade para todos nós porque elas são, para a maioria, a única oportunidade de desenvolver habilidades, ampliar o conhecimento, compartilhar saberes, exercer a cidadania, tudo isto e muito mais.

Que nesta volta às aulas retorne, também, a curiosidade saudável, o coleguismo entre mestres e alunos, o respeito por toda comunidade escolar e pelo meio ambiente - que quer se fazer presente em cada aula.

Já nos dizia Albert Einstein: "Tenha em mente que tudo que você aprende na escola é trabalho de muitas gerações. Receba essa herança, honre-a, acrescente a ela e, um dia, fielmente, deposite-a nas mãos de seus filhos".

Que nesta volta às aulas os professores venham confiantes e conscientes do poder que têm nas mãos, e que os alunos os reconheçam como bússolas a lhes apontarem novos horizontes.

Ninguém é obrigado a gostar da escola, mas todos temos o DEVER de respeitá-la, honrá-la, valorizá-la, porque se não fosse por ela, ninguém estaria, neste momento, lendo esta mensagem.

Bere Adams.




domingo, janeiro 27, 2013

Agenda de palestras 1º Semestre 2013 - Berenice Adams

Abrindo agenda para palestras 1º Semestre 2013 - Berenice Adams




Temas abordados:
- Educação Ambiental para Sustentabilidade /
- Sensibilização para conscientização ambiental /
- SANEAMENTO BÁSICO: INFORMAÇÕES ESSENCIAIS PARA DOCENTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA /
- A IMPORTÂNCIA DA LEI 9.795/99 E DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA DOCENTES /


Contatos para mais informações: bere@apoema.com.br

Confecção de mini-livro

Confecção de mini-livro 
Bere Adams

Esta é uma sugestão legal para incentivar as artes da leitura, desenho, escrita, e usar a criatividade docente e discente. 

É a confecção de um mini-livro feita com folha em tamanho ofício. Rende uma pequena publicação de 4 páginas com direito a capa e contra-capa:

Depois, é só usar a imaginação para fazer o livrinho ganhar vida... 


Passo a passo

1  – Dobrar a folha no meio como quando vamos fazer um barquinho de papel (não é ao cumprido) 



2 – Depois, dobra fazendo tipo uma gaita – dobra uma parte para cima encostando as pontas na parte do papel dobrado ao meio e depois, vira e dobra também encostando as outras pontas na metade da folha – deve ficar como uma gaita com um “W”.



3 – A  dobra seguinte serve mais para marcação. Feche a gaita e dobre-a ao meio. 





 4 - Depois, abra a dobra até formato de gaita novamente, deixando as bases na mesa.


 5 - É hora de cortar, mas observe, corte até a primeira marca da dobra!



6 - A folha, a esta altura, deverá estar assim...


7 - Levante a folha pegando em uma das partes que foi cortada e deixe a outra parte encostar na parte que está segurando



Em seguida, dobre juntando todas as páginas que se formaram, e pronto

Fotos - Bere Adams

É só começar a usar a imaginação.


Imagem - resumo
Imagem - resumo